38º Batalhão de Infantaria: empenho máximo para sucesso no 30º Triathlon do Exército

Imprimir este Post

O 38º Batalhão de Infantaria não medirá esforços para que a trigésima edição do Triathlon do Exército, prova mais antiga da América do Sul, seja plena de êxito. É o que garante o capitão Felipe Bollorini, coordenador do evento, previsto para acontecer dia 23 de agosto, na Praia de Itaparica, em Vila Velha.

A disputa valerá pela Grande Final da Copa Brasil de Sprint Triathlon, que envolverá os três melhores atletas de cada categoria selecionados pelas federações. “A expectativa é que, conforme os anos anteriores, a prova seja repleta de êxito alcançando os objetivos propostos para a Grande Final da Copa Brasil de Sprint Triathlon”, destacou.

Segundo o capitão, o 38º BI, desde o ano passado,  iniciou os  criteriosos trabalhos de  planejamento e preparação que culminarão com uma excelente execução do dia 23 de agosto de 2015. A prova, ainda conforme o capitão, é um dos orgulhos do 38º Batalhão de Infantaria.

“Os militares do 38º BI possuem grande experiência na montagem das provas do Triathlon do Exército e para a Grande Final de 2015 estão altamente motivados para mais uma vez demonstrarem o elevado grau de profissionalismo que se faz presente em todas as atividades desempenhadas”, comentou acrescetando que o efetivo total do 38º envolvido no dia da prova será de aproximadamente 200 militares.

De acordo com o coordenador, o Triathlon do Exército envolverá atletas de quase todos os Estados do País, mantendo uma das suas propostas que é a intregração. “É uma disputa importante para qualquer atleta que participa, ainda mais tratando-se de uma Grande Final, que, certamente lhe proporcionará grande experiência e crescimento do currículo esportivo”, disse. “Em especial os militares, acrescenta-se um sentimento de satisfação pelo fato de a prova ser de responsabilidade do Exército Brasileiro”, acrescentou.

O evento, segundo o capitão, sempre foi também muito bem aceito pela população de Vila Velha. “Para população de Vila Velha, além da visibilidade e projeção internacional que o evento proporciona para a cidade, contribui para uma maior interação entre o cidadão canela verde e o esporte”, destacou.

Nesta reta final as prioridades são, segundo Felipe, prosseguir na execução do planejamento para a montagem, recepção dos atletas execução da prova, garantindo o mesmo sucesso das edições anteriores. O capitão elogiou a parceria do 38º BI com a Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri). “É uma parceria de longa data, pautada na confiança, credibilidade e profissionalismo entre as duas instituições, em que o maior beneficiado é o esporte brasileiro”, finalizou.

São parceiros do 38º BI: Comissão de Desportos do Exército, Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), Prefeitura Municipal de Vila Velha, Marinha do Brasil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Poupex, Rede Farmes, Fetransportes, SEST SENAT, SICOOB, Ecoareia e CTPS Segurança Privada.

História do Triathlon do Exército
O Triathlon do Exército foi idealizado pelo coronel Luiz Edmundo Pinto de Souza e Mello na ocasião comandante do 38º Batalhão de Infantaria, localizado na Prainha de Vila Velha. Nos primeiros anos a prova ocorria dentro do 38º BI e no asfalto em Vila Velha. A natação era na Baía de Vitória, depois tomada pela poluição.

A prova, que já foi realizada na Praia da Costa, antes que se fixar na Praia de Itaparica, reuniu ao longo de sua história os melhores atletas do país e teve duelos emocionantes tais como, dentre outros: Oscar Galindez/Leandro Macedo, Mariana Ohata/Sandra Soldan, Juraci Moreira/Leandro Macedo, Luiz Catta Pretta/Armando Barcelos/Leonardo Casadio/ Marcus Ornellas/Antônio Manssur, Alexandre Manzan/Leandro Macedo, Carla Moreno/Mariana Ohata/Sanda Soldan, Márcia Ferreira/Sandra Soldan/Ana Boccanera.

Atletas de várias partes do mundo já competiram na prova que já somou pontos para o Ranking Olímpico. Dentre homens e mulheres quem teve performance mais marcante foi Sandra Soldan, pentacampeã. Pâmella Oliveira é a maior campeã da história dentre os capixabas, com quatro títulos consecutivos. Em 2009, 2010, 2011 e 2012. No ano passado Pâmella foi prejudicada pela presença de um banhista na pista de competição e acabou sofrendo acidente, terminando a prova em 12º lugar. Os grandes campeões foram Luisa Baptista  e Reinaldo Colucci, ambos SESI/SP.

Grande Final da Copa Brasil de Sprint Triathlon
Neste ano, o Triathlon do Exército será válido para a Grande Final da Copa Brasil de Sprint Triathlon. A Grande Final da Copa Brasil de Sprint Triathlon reunirá os três primeiros colocados de cada categoria das seletivas realizadas pelas federações estaduais. Estarão em ação, com largadas diferentes, atletas das categorias de idade e atletas das categorias júnior, sub-23 e elite.

A prova terá 750 metros de natação, 20 km de ciclismo e 5 km de corrida. A elite já conta com cerca de 30 inscritos. E as categorias de idade com cerca de 100 inscritos. As inscrições (somente para atletas selecionados pelas suas federações) devem ser feitas até às 12 horas de segunda-feira (dia 10 de agosto) no site da CBTri (www.cbtri.org.br).

Programação
A programação do evento começa no dia 22, as 18h30, com a entrega de kits, no 38º BI, na Prainha em Vila Velha. Às 19 horas será promovido no mesmo local o congresso técnico. Logo a seguir ocorre o tradicional jantar de massas.

Dia 23
Das 7 às 7h15 – Aquecimento
7h30 Largada da Categoria Única Triathlon do Exército
8h30 Largada Categorias de Idade (Grande Final)
9h30 Largada Elite, Sub-23 e Junior (masculina/feminina)
11h30 Premiação

Os horários de largadas poderão ter alteração. Isto será informado no Congresso Técnico. Premiação em dinheiro da elite, sub-23 e júnior por ordem de chegada, menor tempo (homens e mulheres).

1º) R$ 1.980,00 – Troféu
2º) R$ 1.650,00 – Troféu
3º) R$ 1.320,00 – Troféu
4º) R$ 990,00 – Troféu
5º) R$ 660,00 – Troféu

Nas categorias de idade os primeiros receberão troféus e os segundos e terceiros ganharão medalhas. E todos os atletas receberão, ao completar a prova, uma medalha de participação da Grande Final.

Jornalista e publicitária. Diretora Presidente dos jornais Hora Aghá e Correio Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*