Captação de água em Guaçuí está muito abaixo do normal

Imprimir este Post

A captação de água em Guaçuí está 33% abaixo do normal, ou seja, do total de 127 litros por segundo, foi para 85 litros/segundo somados os três pontos de captação do município. E na Luzia, onde fica a segunda maior captação que abastece o município, a situação é ainda mais preocupante, pois a redução no volume de água foi a mais drástica.

Atualmente, devido ao trabalho de inspeção minuciosa por parte da equipe do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) para busca de vazamentos não aparentes na rede, houve aumento da oferta de água na estação de tratamento, localizada no Morro do Cristo Redentor, e agora a disponibilidade na estação é de 92 litros por segundo.

Entretanto, a captação de água em Guaçuí continua muito abaixo do normal, o que se agrava cada vez mais por conta do clima seco. Para amenizar a situação, o SAAE e a prefeitura colocaram dois caminhões-pipa para retirar água do rio, num local apropriado, e levar para a estação de tratamento. Esse trabalho tem sido feito praticamente sem pausa, durante 24 horas, desde o último sábado (18), por equipes que revezam neste serviço.

E outro caminhão-pipa distribui água tratada nos pontos mais altos da cidade. As prioridades, neste caso, são o hospital, o Pronto Socorro, escolas, creches e residências onde falta água. Cada caminhão-pipa tem capacidade de armazenar 10 mil litros.

O SAAE estima que para o sistema de captação voltar ao normal, é necessário que chova acima de 50 milímetros, por pelo menos 48 horas. O SAAE e a prefeitura de Guaçuí solicitam aos moradores que ainda têm água que economizem, especialmente neste momento tão critico que o país vive com relação ao abastecimento.

Fonte Superintendência de Imprensa Oficial/ Ana Paula Fassarella
Foto: Prefeitura de Guaçuí/Luiz Ferreira

Jornalista e publicitária. Diretora Presidente dos jornais Hora Aghá e Correio Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*