Estudantes de Itapemirim vencem Festival de Robótica do Sesi em Brasília

Imprimir este Post

A volta para casa foi motivo de alegria e orgulho para quatro estudantes da rede municipal de Itapemirim. Na última semana, eles participaram da 9ª Olimpíada do Conhecimento e Tecnologia que é uma mostra do Torneio de Robótica – First Lego League (FLL) organizado pelo Sesi/Senai, em Brasília e venceram.

O quarteto capixaba trouxe na mala medalhas e um troféu de campeão na categoria “Design Robô” e disputará nos dias 2 e 3 de dezembro, a etapa regional da competição, em Vitória.

Alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Marluce Bianchi de Souza Viana, em Itaoca, Maria Clara Pontine de Oliveira do 9º ano, Mateus Rohr do 8ºano, Guilherme Rocha Rogon Barreto do 7º ano e Saulo Machado Cardoso do 6º ano formam a equipe “The Cyber Bolt”, que disputou com outros 26 times formados por alunos de escolas públicas de outros estados do país, uma das maiores competições de educação profissional das Américas – Torneio de Robótica – First Lego League (FLL).

A equipe “The Cyber Bolt” conquistou o título de campeã na categoria “Design Robô” e durante a prova com duração de 4 minutos apresentou o processo de criação do robô, o projeto, como executou a montagem e a programação.

O prefeito de Itapemirim, dr. Luciano de Paiva recebeu os alunos na sede da prefeitura e parabenizou a equipe pelo desempenho. “Fico feliz por ver o resultado deste trabalho pioneiro que estamos desenvolvendo nas escolas do sistema municipal há um ano. As aulas são integradas com as disciplinas e vão além. Crianças e adolescentes aprendem a trabalhar em equipe, tem lições de responsabilidade, ética, respeito e acabam descobrindo novas habilidades”, disse o prefeito.

A coordenadora do Programa de Robótica Cremilce Porto e o técnico de robótica Paulo Ariosto Facin Junior acompanharam a equipe durante as provas. “Todos durante esses dias de evento, num ambiente muito rico em trocas de experiências positivas e de crescimento, os estudantes adquiriram muito conhecimento”, falou a coordenadora do programa de robótica de Itapemirim.

Festival Sesi de Robótica
Durante o evento, robôs construídos e programados pelos estudantes precisaram cumprir missões e solucionar problemas do dia a dia. Eles também apresentaram projetos de pesquisa com soluções inovadoras para a relação entre homens e animais. É o caso, por exemplo, de um desmatamento que pode atingir a fauna de uma região.

O Torneio de Robótica que acontece durante a Olimpíada do Conhecimento é apenas demonstrativo e não classifica para outras competições. A ideia é mostrar para os visitantes como a robótica pode facilitar o aprendizado, em sala de aula, de disciplinas como matemática, química e física. Atualmente, cerca de 400 escolas do SESI de ensino fundamental e médio contam com o programa de robótica em todo o Brasil.

Jornalista e publicitária. Diretora Presidente dos jornais Hora Aghá e Correio Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

anuncio_lateral_17 Papelaria Mil Folhas anuncio_lateral_10 Gráfica São Paulo