Guarapari: Tartaruga-marinha ameaçada de extinção desova no Parque Paulo César Vinha

Imprimir este Post

Uma tartaruga da espécie Cabeçuda (caretta caretta) foi encontrada nas areias da praia do Parque Estadual Paulo César Vinha, em Guarapari, se deslocando para desovar. A espécie está na lista federal de animais ameaçados de extinção e uma de suas áreas prioritárias de desova é o litoral capixaba.

O registro foi feito, no final da tarde do dia 04 de março, pelo agente de desenvolvimento ambiental e recursos hídricos Frederico Pereira Pinto, da Comissão de Recuperação de Ecossistemas do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

O período de desova das tartarugas no parque ocorre, geralmente, do mês de outubro a março do ano seguinte. Na Unidade de Conservação (UC) é realizado o monitoramento das tartarugas-marinhas pelo Projeto Tamar.

Sobre a espécie
Após sair da água, a tartaruga leva cerca de 20 minutos até escolher o local do ninho e põe cerca de 120 ovos. Após a desova, o ninho fica de 45 a 60 dias no período de incubação. Cada ovo tem, em média, 4 centímetros de comprimento.

Jornalista e publicitária. Diretora Presidente dos jornais Hora Aghá e Correio Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*