Iconha discute a prevenção da sigatoka negra nos bananais

Imprimir este Post

A sigatoka negra, doença agressiva que destrói plantações de banana, não foi registrada no Espírito Santo. Mas preocupa bastante, uma vez que o estado vizinho, Rio de Janeiro, já detectou a presença do problema em alguns bananais. Para orientar os produtores rurais capixabas sobre a maneira adequada de evitar a contaminação, estão sendo realizados trabalhos de orientação em diversas localidades do município de Iconha, Região Sul capixaba.

Os produtores estão sendo alertados e informados sobre os perigos da doença, com enfoque especial na legislação pertinente e no perigo de reutilizar caixas de madeira no transporte da produção, o que é ilegal.

O histórico da doença, as formas de dispersão, os sintomas e os danos causados são alguns dos temas abordados durante os encontros. “Destacamos, ainda, os danos que a doença pode causar à atividade da banana aqui em Iconha, bem como as formas de controle, ações de mitigação de risco para permitir a comercialização da banana em áreas que não estejam livres da doença. Vale lembrar que o Incaper desenvolveu as variedades Japira e Vitória, que são resistentes à sigatoka negra”, ressalta Fábio Lopes Dalbom, chefe do Escritório Local de Desenvolvimento Rural do Incaper em Iconha.

As reuniões já foram realizadas nas comunidades de Pedra Lisa Alta (05/08) e Inhaúma (07/08). As próximas comunidades visitadas pela equipe serão: Monte Belo (12/08), Bom Destino (14/08) e a sede do município de Iconha (19/08). Os encontros são sempre às 18h.

Informações técnicas: http://www.incaper.es.gov.br/sistemas/servicos/images/sigatoka_negra.pdf
Já os detalhes sobre as cultivares Japira e Vitória, desenvolvidas pelo Incaper, estão no site http://www.incaper.es.gov.br/sistemas/servicos/images/banana_vitoria_japira.pdf

O Incaper tem ainda, disponível para comercialização, a publicação “Recomendações Técnicas para o Cultivo de Bananeira no Estado do Espírito Santo”. O exemplar custa apenas R$ 7,92 e, para adquiri-lo, basta entrar em contato com a Biblioteca Rui Tendinha: (27) 3636-9846.

Foto www.revistaelagro.com

Jornalista e publicitária. Diretora Presidente dos jornais Hora Aghá e Correio Regional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*